Você pode queimar até 23 calorias por minuto com pulando corda.

Apenas dez minutos de saltos podem ser parecidos com o que você queima em meia hora de corrida.

Há muitas maneiras de melhorar sua forma física, mas para ser um dos métodos mais eficazes. É fácil, requer pouco espaço e você queima muitas calorias em tempo recorde.

E a melhor coisa: Treinar com corda pulando requer apenas alguns metros quadrados, então você pode fazer isso em qualquer lugar.

O treinamento será desafiador se você vier direto dos sofás ou já estiver ativo.

Não apenas essa base Fazê-lo em forma de homens Noções básicas gerais Torna-se mais atlético e Metil End Ser capaz de fazer as coisas com o seu corpo que você nunca pensou ser possível, carrinho de compras mais.

Pular parecia tão eficiente em tantas áreas.

Pular corda treina todo o corpo

Além disso, deve-se mover gordura. O corpo é totalmente alterado na maioria dos sons que utilizam o fervilhar dos saltos, e especialmente a parte superior do corpo, braços e pernas.

Pular corda é talvez a melhor forma de treinamento
Pular corda é talvez a melhor forma de treinamento

Em suma, é sobre pular corda é uma das maneiras mais eficazes para queimar calorias. Apenas dez minutos de saltos podem ser parecidos com o que você queima na corrida de meia hora, porque quase todos os músculos do seu corpo funcionam.

Pular corda será sua ferramenta de treinamento mais eficaz, agora é no futuro, e oque a torna tão único é que ambas iniciantes e praticantes irão se beneficiar dela

Se você seguir este programa, você passará rapidamente de mal para pular, para continuar por meia hora sem parar.

Pular corda não é um fenômeno novo no mundo do treinamento, porque as caixas sempre foram uma parte importante do treinamento.

Além de ajudar no fitness, ajuda a melhorar o footwork, o equilíbrio e a coordenação.

Os boxeadores costumam usá-lo para aquecer e descer, e há muitas coisas diferentes que você pode fazer com ele.

Os benefícios de saltar

Você pode queimar até 23 calorias por minuto com pular corda, comparado a, por exemplo, 6 calorias por minuto em uma bicicleta estacionária.

– Você usa os músculos nas partes superior e inferior do corpo ao mesmo tempo.

– Você terá músculos mais definidos em todo o corpo.

– Você terá melhor coordenação, equilíbrio e agilidade.

– Você pode treinar sem depender de outra coisa que não seja uma corda e bons sapatos.

Técnica básica de salto

– Segure a corda como mostrado na figura na fenda lateral, com os pés montados.

– Certifique-se de que seus pés mal passem pelo chão quando você pular.

– Mantenha os braços ao longo do corpo com o cotovelo de aprox. 3-6 polegadas do corpo com as palmas apontando ligeiramente para cima.

– Balance a corda enquanto salta e, se parar, comece de novo.

– Comece com 125 saltos, depois 150, 200 e, finalmente, conte os minutos.

Produto recomendado

Antes de começar

Escolha a corda certa: deve haver uma corda de velocidade feita de plástico. Evite qualquer cabo de aço.

Comprimento adequado: Você pode encontrá-lo segurando a corda nas duas extremidades e pisar nela com um pé à sua frente. Segure que eu termine com as alças em direção aos ombros. A altura correta é quando as alças estão na altura das axilas. Ajuste o comprimento amarrando a corda nas alças, não no meio.

Equipamento: bons sapatos e meias são importantes ao saltar. Também tem uma chaleira disponível porque você quer suar muito.

Substrato: O chão em que você pula não deve ser muito duro ou muito acidentado.

Três diferentes métodos de salto

Existem várias maneiras de pular tau.

Ao mudar o seu trabalho de pés, você recebe uma queima de calorias mais alta e também poderá pular mais.

OUTROS truques para um grau oco indo Não eh eh Parando o movimento Quando você acredita que os homens colocam a corda ao redor dos ombros enquanto fazem bóia lateral.

Quando estiver pronto, continue. Isso é chamado de descanso ativo.

1 Salto Básico: Mude o equilíbrio de peso em cada pé a cada vez que você pular para cima e para baixo.

Finalmente, este provavelmente será o seu salto básico.

O deslocamento dos pés acabará ocorrendo sem que você pense que deve mudar de peso.

Pular dessa maneira fará com que você tenha a capacidade de ficar mais tempo do que quando estiver pulando juntos.

2 Correndo no local: balance a corda enquanto você é pequeno, sem se mover para frente.

Entre e saia enquanto suas pernas entram e saem juntas.

Este é um movimento de ginástica de linha bem antiquado enquanto simultaneamente balança a corda.

Troque entre tirar uma perna da página e depois a outra.

Este exercício é um pouco mais difícil, mas tente até conseguir.

Existem muitas variantes para saltar cordas de salto
Existem muitas variantes para saltar cordas de salto

3 Elevação alta do joelho: Levante a perna até a altura do joelho, as pernas uma da outra para cada grupo de voltas com a corda.

Salte com as pernas totais de um lado para o outro.

Este é o método para preparar seu corpo para aprender a pular.

Brinque com a corda sempre que puder, conheça-a e perceberá rapidamente o progresso.

Cordas de salto podem ser usadas como parte de um programa de treinamento para melhorar a forma física, o equilíbrio e a agilidade.

Também é eficaz no aumento de forma rápida e eficaz. Recomenda-se realizar o programa de salto de três a cinco dias por semana, sozinho – ou como parte de um programa de treinamento. Tudo depende do que você quer alcançar com o salto e em que forma física você está.

Programa para iniciantes

Aquecimento: 5-10 minutos com uma atividade aeróbica, como caminhar rápido, andar de bicicleta fácil e afins. Você deve gentilmente aquecer seus músculos para aumentar gradualmente sua freqüência cardíaca.

Círculos dos Braços: Fique de pé para cima e para baixo com uma leve curvatura natural nos joelhos, segurando os braços retos enquanto lentamente faz movimentos circulares. Cinco para frente e cinco para trás.

Nível 1: um conjunto = 50 saltos. Trabalhe seu caminho até fazer 4 conjuntos e faça uso de descanso ativo (faça bóia lateral) até que você seja capaz de fazer 4 séries antes de passar para o nível 2.

Nível 2: um set = 100 saltos. Aqui, o objetivo também é 4 conjuntos antes de passar para o nível 3. Aproveite o descanso ativo para alcançar seu objetivo.

Nível 3: um set = 150 saltos. Trabalhe até 4 conjuntos.

Nível 4: um set = 200 saltos. Trabalhe até 4 conjuntos.

Nível 5: um set = 2 minutos. Trabalhe até 5 conjuntos.

Aumente o número em 50 saltos em cada set a cada duas semanas até chegar a 2 minutos. Em seguida, adicione um minuto a cada set quando atingir o nível 5 a cada duas semanas.

Depois de ter atingido 200 saltos, você não precisa mais contar, então você poderá pular com base em minutos. Dois minutos é igual a aprox. 200-225 saltos. Não importa o nível que você começa, dê um tapinha no ombro para um bom esforço.

Alongar por 2-4 minutos: Faça vários exercícios de alongamento para alongar as coxas da frente, panturrilhas e isquiotibiais, também braços (ver foto acima).

Tente manter cada intervalo por 15 a 20 segundos.

Screenshot 2019-04-13 at 08.43.02.png

Produto recomendado

Boa treinamento!

© TreinamentoAtivo 2019 – Todos os Direitos Reservados.

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.